Duplamente sustentável: piso drenante pode ser produzido com matéria-prima reciclada

Refugo da própria obra onde o piso será instalado pode ser utilizado na sua composição

Publicado em 25 de maio de 2015
ciclo

O piso drenante têm se tornado cada vez mais popular, tanto pelo seu aspecto funcional – já que evita o acúmulo de água e a formação de poças, quanto pelo seu apelo sustentável – uma vez que possibilita a drenagem da água pelo solo de volta aos lençóis freáticos e colabora com a redução da temperatura do ambiente.

Primeiro piso drenante do Brasil, e também o primeiro a obter a Tabela Ambiental®, o Megadreno da Braston permite a passagem de 3 litros de água em aproximadamente 5 segundos. Além da função drenante, outra característica que posiciona a linha Megadreno da Braston entre as opções mais sustentáveis disponíveis no mercado é a de utilização em sua composição de matéria-prima reciclada. O modelo Recyclé é fabricado com agregados reciclados e triturados oriundos do descarte de obras e cerâmicas, reutilizando materiais como porcelana, concreto, porcelanato e fibras de coco.

Em parceria com as construtoras, o Recyclê pode ser produzido com refugo de cerâmica da própria obra onde será instalado.

Além de ser funcional e sustentável este piso tem um resultado estético único, pois cada tipo de material reciclado utilizado cria efeitos de textura e cor que são exclusivos. A beleza do piso chamou a atenção de grandes arquitetos de São Paulo, que utilizaram o Recyclê na maior mostra de arquitetura do país, a Casa Cor.