Braston
 

Impermeabilidade e Alta durabilidade

 

Piso impermeável e de altíssima resistência ao desgaste.

Resistência ao tráfego intenso

 

Modelos adequados para pedestres e veículos*.

Resistência à Compressão relat. 963. Ref. 5500101 Concre-Test FPK 41 MPa. NBR 9781 (Norma: mín. 35 MPa.)

Fácil manutenção

 

Não há restrição quanto à produtos de limpeza.*

*No acabamento Fulgê.

Aplicação flexível

 

Os maciços, além de instalação no piso, podem ser utilizados também em paredes e em modo elevado.

 

O tamanho dos pisos, em especial sua relação com a espessura, determina sua possibilidade de uso para tráfego de pedestres ou veículos.

São consideradas “placas” as peças que possuem proporção superior a 4 entre a medida da sua maior lateral e a sua espessura (ex. um piso de dimensões 20x40x8 cm é uma placa, já que 40/8=5)

Piso / Revestimento  Granili     

11x22x6 e 8 – 25x25x6 e 8 – 36,5×36,5×2,5 – 50x50x2,5 e 5 – 60x20x3 – 60x30x8 – 60x60x3 e 4,5* – 73×36,5×2,5 – 73x73x2,5 e 7 – 77x77x3, 4 e 7 – 100x50x2,5 e 7 – 100x100x4 – 120x120x4 – *Armado RESIST

Novos tamanhos: 100x20x2,5 – 120x30x2,5, 120x60x2,5, 100x20x2,5, 100x30x2,5, 60x30x2,5 e 60x20x2,5

 

Piso / Revestimento  Pé de Moleque

11x22x6 e 8 – 25x25x6 e 8 – 36,5×36,5×2,5 – 50x50x2,5 e 5 – 60x20x3 – 60x30x8 – 60x60x3 e 4,5 – 73×36,5×2,5 – 73x73x2,5 e 7 – 77x77x3, 4 e 7 – 100x50x2,5 e 7 – 100x100x4 – 120x120x4

 

Piso / Revestimento  Arenito    

11x11x2 – 50x50x2,5 – 60x60x3 – 60x60x4,5 – 73x73x2,5 – 73x73x3,7 – 77X77X3 e 7 – 100x100x4

Novos tamanhos: 100x20x2,5 – 120x30x2,5, 120x60x2,5, 100x20x2,5, 100x30x2,5, 60x30x2,5 e 60x20x2,5

 

Piso / Revestimento  Concreshok 10% e 80%  

11x22x6 – 50x50x2,5 – 50x50x3  – 60x60x3 – 36,5x73x7 – 77x77x4 e 7 – 100x100x4

 

 

Revestimento Captonê

25x25x2,7 – 100x50x2 – 20x20x2,5

 

Cobogó Andorinha      

20x20x2,5

Paredes

As placas maciças podem ser utilizadas como revestimentos, aplicadas diretamente sobre paredes, utilizando argamassa específica para este fim.

Modo Elevado

As placas maciças podem ser aplicadas em modo elevado, ou seja, sobre pedestais que suportam as placas criando, assim, um vão abaixo dos pisos destinado à captação e retenção de águas pluviais.

Sobre o Contrapiso

As placas maciças com até 4 cm de espessura podem ser aplicadas sobre contrapiso de até 4,5 cm, utilizando argamassa.

Sobre o Solo

As placas maciças com mais de 5 cm de espessura podem ser aplicadas diretamente sobre o solo, dispensando o uso de contrapiso.

 

Instalação

PLACAS MACIÇAS ESPESSAS (mais de 5 cm de espessura)

Aplicação sobre o solo

PASSO 1 - Compactar o solo. Caso este possua baixa resistência de sustentação, espalhar sobre o solo uma camada de no mínimo 5 cm de brita nº 2 ou 3, com auxílio de um compactador.

PASSO 2 - Assentar sobre o solo uma camada de areia grossa, pó de pedra, ou “farofa” de cimento (1 parte de cimento e 6 partes de areia).

PASSO 3 - Assentar o piso sobre esta base.

PASSO 4 - Rejuntar o piso espalhando sobre sua superfície uma camada de pó de pedra (para pisos de aparência escura) ou pó de mármore (para pisos de aparência clara ou com granilhas de 1 mm em sua composição).

Observação: Em nenhum caso deve-se rejuntar os pisos com argamassa (visto que o piso possui a característica de ter uma movimentação imperceptível, causada pela vibração do trânsito, veículos e pela própria movimentação do solo) evitando assim sinais de trincas em seus rejuntes.

PLACAS MACIÇAS FINAS (menos de 5 cm de espessura)

Aplicação sobre o contrapiso

PASSO ÚNICO - Assentar sobre contrapiso de 4,5 cm ou menos utilizando argamassa.

Observações:

No caso das placas maciças finas é opcional a aplicação do rejunte.

No caso de necessidade de realizar cortes nas peças, estes devem ser feitos com máquina de corte tipo Makita com o uso de um disco diamantado.

As placas pré-moldadas são elaboradas em processo artesanal podendo apresentar espessuras e bitolas com diferentes dimensões, que podem ser corrigidas compensando-as com uma espessura maior de argamassa (mínimo de 2cm) e com um distanciamento mínimo de 5 mm entre elas.

O fator determinante de resistência ao peso exercido sobre as peças é de responsabilidade do próprio contra piso. A resistência mínima das placas maciças da Braston é de 350 kg/cm².

Mais informações consulte o menu Guia Técnico

Downloads


Nenhum Download disponível.

 
 

LIMPEZA DIÁRIA

A limpeza diária dos pisos pode ser feita com uma lavadora de alta pressão (WAP), com o auxílio de detergentes neutros e vassoura ou rodo com bucha.

LIMPEZA PESADA (recomendado apenas para pisos com acabamento fulgê leve)

PASSO 1 - Dilua em água o produto limpa pedras de base cáustica de sua preferência (o grau de diluição deve ser determinado conforme o grau da sujeira);

PASSO 2 - Espalhe o produto diluído sobre um 1m2 de piso, utilizando um regador para garantir que este se espalhe por toda a superfície;

PASSO 3 - Esfregue com uma vassoura ou escova e deixe agir de 30 a 60 segundos;

PASSO 4 – Lave o piso com detergente neutro (a fim de inibir a ação do produto) e enxague a pedra com água em abundância;

Repita o procedimento nas demais áreas do piso, sempre respeitando o limite de 1m2 por vez

  • RESISTÊNCIA EM PLACAS São consideradas “placas” as peças que possuem proporção superior a 4 entre a medida da sua maior lateral e a sua espessura (ex. um piso de dimensões 20x40x8 cm é uma placa, já que 40/8=5).
  • No caso das placas, o laudo mais importante para atestar sua resistência do piso é o de Flexão ou Tração Simples. Isto porque a ação de stress a que a peça for submetida é distribuída somente sobre a peça, em seu centro, apoiando-se suas 4 pontas, sem a participação de outras peças para atenuar o esforço (diferente do que acontece, por exemplo, com o piso intertravado).
  • O teste de Resistência à Tração na Flexão é recomendado apenas para placas em grandes tamanhos (pois um carro pode passar e as duas rodas podem flexionar a peça e assim quebrá-la).
  • O teste de Resistência à Compressão não é relevante na definição de resistência de placas, apenas de pisos intertravados.

ARIA

A inclusão de aditivos mais dióxido de titânio (TiO2) na composição geram um material com propriedade fotocatalítica, ou seja, capaz de atenuar e degradar poluentes atmosféricos*.

IMPERVIA

Uso de impermeabilizante na composição das placas de concreto maciças, que assegura a menor impregnação de partículas e resíduos em sua superfície.

RELUZI

Uso de agregados na composição que diminuem a atermicidade, aumentam a luminosidade das placas e do ambiente, resultando em cores radiantes.

RESIST

Reforço estrutural com ferro armado ou tela de fibra de vidro. Garante maior resistência à ruptura, em especial no uso em modo elevado.

TITAN

Uso de minerais de extrema dureza na composição das placas para aumentar sua resistência ao atrito em áreas de rampas ou de tráfego intenso. calçamentos com placas permeáveis.

BRASTON LANÇA LINHA CIMENTÍCIA TRANSLÚCIDA – RELUZI


A Braston apresenta mais uma novidade exclusiva no mercado brasileiro: a linha Reluzi. São peças cimentícias translúcidas com inúmeras possibilidades de uso e de personalização.


leia mais